Clipping do Setor

Icca mostra estatísticas de captação de eventos na 3ª edição da GMM

[Por Mercado e Eventos, 03/04/2012]

O presidente da International Congress & Convention Association (Icca), Arnaldo Nardone, foi o primeiro palestrante da terceira edição do Global Meetings Management (GMM), evento que acontece esta semana, entre 03 e 07 de abril, em São Paulo.

Hoje, a Icca tem 900 membros que contam com convention bureaux, companhias aéreas, centro de convenções e organizadores de eventos de 87 países. “Estou participando do GMM com a intenção de mostrar um pouco do nosso trabalho e, o quanto a América Latina está crescendo na captação de eventos internacionais. Em 2010, tivemos um aumento de 6% de eventos internacionais na América Latina, comparado a 2009. Fecharemos os dados de 2011 em maio, mas já posso adiantar que com certeza teremos respostas positivas”, diz o presidente.

Segundo o ranking de 2010, o Brasil ocupa a oitava posição entre os países que mais sediam eventos internacionais e o presidente da associação afirmou que pelo fato do Brasil ser a 6ª potencia mundial a oportunidade de negócios só tende a crescer. “Os eventos internacionais também são feitos pelo destino, sem o marketing para o turismo ficaria difícil sediar tantos eventos no Brasil. Temos 338 cidades no mundo que têm sócios da Icca e acredito que esta posição para o Brasil, é um privilégio”, conta.

Em entrevista exclusiva para o MERCADO E EVENTOS, Nardone apontou alguns pontos cruciais durante o seu mandato de dois anos e, ressaltou o que ainda falta para o Brasil sediar mais eventos. “O objetivo da minha gestão é se aproximar dos associados para que eles tenham ferramentas para realizar um bom aproveitamento. A Icca tem interesse em ter sócios em todas as regiões do mundo e pretendo até o final do mandato, abrir ao menos dois novos escritórios. Acredito que o que falta para o Brasil é mais trabalho nas cidades e uma aliança entre o sistema público e privado, para assim podermos estudar aumentar mais o número de eventos”, comenta.

A palestra de Nardone apresentou casos de trabalhos realizados tanto no Brasil como no exterior, que mostraram as estatísticas da captação de evento internacional e atendimento ao setor corporativo, datados em 2010. “Teremos os resultados de 2011 a partir de maio, mas como o Brasil é o 3º país do mundo a ter mais empreendedores, acredito que este último ano o número de reuniões cresceu. Com certeza o mundo está de olho na América Latina”, conclui o presidente.

Tags: , , , ,

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. Tenho acompanhado pelo face book as notícias.
    Espero em breve estar com vocês, para troca de conhecimento.
    Um bom dia! Sucesso! Fiquem com DEUS.
    Mario Viana
    Biblioteca de Idéias, eventos e estandes ambientalmente Corretos.

    No Face Book, há registros fotográficos destes cases, e no Prêmio Caio, descrição Completa, com case premiado.

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.