Clipping do Setor

Ceará vai ocupar três espaços na Feira das Américas/Abav

[Por Setur CE, 26/08/2013]

O destino Ceará será promovido pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur CE), no maior evento de turismo do continente, a Feira de Turismo das Américas/Abav, entre os dias quatro e oito de setembro, no pavilhão de exposições Anhembi, em São Paulo.

Atrativos do Estado para os diferentes segmentos de turismo (esportes e aventura; de negócios, de lazer, religioso, científico e cultural), serão exibidos em diversas frentes: são três espaços para o Ceará, sendo um institucional, outro exclusivo para artesanato e mais um para a Rota das Emoções.

No maior deles, quatro ilhas vão promover diferentes regiões do Estado. Duas delas são para os destinos de lazer dos litorais Leste e Oeste. A “Serra e Sertão” é voltada para os segmentos de aventura, religioso, científico, e ecoturismo. Nela, também vai ser promovida a região do Cariri.

O Centro de Eventos do Ceará estará presente na ilha de Fortaleza, para a qual foi estabelecida uma parceria com o órgão municipal de turismo – Setfor. Ao todo, o estande institucional tem 100 m², ambientado com painéis fotográficos, totens para exibição de vídeos, lounge e balcão de atendimento.

Já o artesanato cearense terá um show room de 50 m² montado em parceria com as Centrais de Artesanato do Ceará (Ceart). Assim, os visitantes conhecerão a singularidade das rendas, artefatos em madeira e barro, brinquedos, roupas, redes, acessórios de moda e diversas outras tipologias. As tradicionais garrafinhas de areia colorida serão feitas na hora para o público assistir ao processo.

Um terceiro espaço, de 18 m² e coordenado pelo Sebrae CE, mostrará os encantos do roteiro integrado que vai de Jericoacoara (CE) aos Lençóis Maranhenses, passando pelo Delta do Parnaíba (PI), a Rota das Emoções.

Feira adota novo formato

A 41ª edição do evento está cheia de novidades: além da mudança da cidade-sede (do Rio de Janeiro para São Paulo), foi adotado o modelo do Salão do Turismo, que agora ocorre junto à Feira das Américas. Os três primeiros dias são voltados para os empresários, enquanto os dois últimos são abertos para o público final.

Para o secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia, “a mudança de concepção da feira estimula a participação dos municípios, a interiorização das ações e o surgimento de roteiros integrados, propondo uma nova agenda para o turismo.”

A expectativa é que passem pela Feira das Américas 75 mil pessoas, que vão conhecer destinos de 50 países e cinco mil expositores dos diferentes segmentos do setor de turismo, dispostos em uma área de 400 mil m².

Do Ceará, até o momento, estão confirmadas as participações de Fortaleza e mais 23 municípios, além de 28 empresas e associações – tais como o Beach Park e o I Park (responsáveis por levar para o estande institucional, respectivamente, mágicos, palhaços e fotografia interativa; o personagem “cangaceiro Lampião” e degustação de caldo de cana e pasteizinhos), o Engenhoca Parque Ecoeducativo, Senac e Sebrae.

Cearenses vão participar de rodadas de negócios

Nos dois primeiros dias, o Sebrae vai organizar rodadas de negócios, com 20 compradores internacionais (dia quatro) e 24 nacionais (dia cinco). Para participar, os interessados devem ser micro ou pequenos empresários, com registro no Cadastur (Ministério do Turismo) e ter uma programação de tarifas previstas até 2016.

Para apresentar a estratégia de divulgação do Ceará, o secretário adjunto do Turismo, Marcos Pompeu, recebeu na segunda-feira, 19, no auditório da Secretaria do Turismo do Estado do Ceará (Setur CE), 37 representantes do trade.

Pompeu ressalta que “foram convidados empresários e gestores municipais para participar desse processo, ouvindo as necessidades de cada um”. “Esta iniciativa, anunciada pelo secretário Bismarck no começo deste ano, visa potencializar as ações de promoção da Setur, inserindo o trade como parceiro de todas as horas”, explica.

Além de entidades do turismo e empresários, estiveram presentes representantes de 17 municípios e da capital, Fortaleza. O objetivo, de acordo com o secretário do Turismo, Bismarck Maia, “é promover o Ceará como um todo, unificar esforços do Estado com a iniciativa privada para obtermos melhores resultados e ampliarmos o fluxo em todas as modalidades, seja no de sol e praia, no de aventura, no de negócios propiciado principalmente pelo Centro de Eventos (CEC), e em todos os demais segmentos de turismo”.

Tags: , , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.