PARCEIRO ESTRATÉGICO
Barcelo Hotels & Resorts

Clipping do Setor

Rio de Janeiro recebe feira de segurança eletrônica, mercado que espera movimentar R$4,7

PUBLICIDADE
CONGRESSO COCAL 2015

[Por Revista Eventos, 10/10/2013]

Vários fatores são responsáveis pelo crescimento do mercado nacional de sistemas eletrônicos de segurança, como o aumento da criminalidade nas grandes cidades, o desenvolvimento dos setores comerciais, gerado pela realização dos eventos esportivos sede no Brasil e o uso das tecnologias pela classe média brasileira. A região sudeste representa 40% do mercado de segurança eletrônica, sendo que aproximadamente 85% do consumo de equipamentos de segurança eletrônica é absorvido pelo setor industrial e comercial.

Sistemas de vídeo monitoramento e CFTV (44%), sistemas de alarme (23%), controle de acesso (23%) e equipamentos de detecção e combate a incêndio (10%), são as principais tecnologias aplicadas em segurança eletrônica. A tendência mundial aponta para novas tecnologias em sistemas de controle de tráfego em vias públicas e rodovias, sistemas de análise inteligente de vídeo, sistemas avançados de identificação biométrica e a Cidade Digital – integração dos registros e informações para órgãos públicos e entidades (imagens em vídeos, fotos e registros de ocorrência).

Nesse contexto, com o mercado de segurança eletrônica em alta, ocorre a 1ª edição da RIOSEC | Feira Nacional de Segurança Privada e Eletrônica, de 15 a 17 de outubro de 2013, no Centro de Convenções SulAmérica, na cidade do Rio de Janeiro. Evento regional que visa atender à crescente demanda por informações e serviços especializados do segmento de equipamentos eletrônicos de segurança, em função do combate à criminalidade e das obras de preparação para o Mundial de Futebol de 2014. Organizada pelo Grupo Cipa Fiera Milano, em parceria com a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), a RIOSEC é voltada aos profissionais da cadeia produtiva da indústria de segurança que contará com 80 expositores, expectativa de público de três mil visitantes, formado por profissionais do setor como agentes de segurança, compradores, consultores, instaladores, distribuidores, administradores, engenheiros, vigilantes, entre outros.

Segurança eletrônica em números

O mercado de sistemas eletrônicos de segurança registrou uma taxa de crescimento de 9% em relação ao ano anterior e faturamento superior a R$ 4,2 bilhões, valor que deverá crescer 11% ainda em 2013. No país, este mercado de segurança no Brasil é formado por cerca de 18 mil empresas, incluindo fabricantes, distribuidores, integradores e instaladores, que atendem os diferentes segmentos de produtos de segurança, responsável por gerar 200 mil empregos diretos e mais de 1,7 milhão indiretos.

Tags: , ,

Notícias Relacionadas

Comente no Facebook

comentários

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.