Clipping do Setor

ABEOC Brasil implementa esse ano selo de qualidade e autorregulamentação do setor

[Por Mercado e Eventos, 24/07/2014]

As empresas organizadoras de turismo ganham ainda esse ano um modelo de normatização e um selo de qualidade. Segundo Anita Pires, presidente da ABEOC Brasil a medida tem por objetivo oferecer ao mercado normas de operação e também uma referência sobre o padrão de qualidade na especialidade que atuam. “No dia 10 de outubro vamos divulgar um estudo onde teremos um retrato do nosso setor, quantos somos, onde atuamos. É uma referência atendendo a tendência mundial que busca a certificação. Isso acontece em outros setores da economia. Infelizmente no nosso setor existem muitas empresas que atuam de modo amador prejudicando a imagem dos profissionais que trabalham. Com o selo de qualidade as empresas poderão se apresentar ao mercado com um referência”, explicou.

Anita Pires divulga novidades da ABEOC Brasil em reunião do Conselho de Turismo da CNC. Foto: Christina Bocayuva/CNC

A presidente da Abeoc disse que é hora de qualificar o mercado. “O amadorismo compromete o setor e nós atuamos junto a empresas nacionais e internacionais. O selo de qualidade vai fazer com que o mercado possa conhecer a qualidade do serviço que o organizador de evento oferece”. Anita Pires disse que o dimensionamento do setor feito em parceria com o Sebrae Nacional permitirá um melhor planejamento do setor. “Não sabemos quantos empregos geramos, quantas empresas somos, que tributo nos pagamos. Com esse levantamento poderemos traçar políticas e valorizar o setor junto ao Governo e a iniciativa privada”, adiantou.

Para ela todo o trabalho realizado pela Abeoc junto a parceiros vai permitir que se tenha ainda este ano uma autorregulamentação do setor. “Já realizamos várias reuniões com universidades para discutir o tema. Com esse modelo teremos ideia dos custos dos serviços a serem oferecidos ao mercado, facilitando assim o trabalho das empresas organizadoras de eventos”. As novidades foram divulgadas ontem na CNC durante a reunião do Conselho de Turismo, no Rio de Janeiro.

Conselho de Turismo da CNC


Fotos: Christina Bocayuva/CNC

Na primeira reunião do semestre, na sede da CNC no Rio de Janeiro, vários temas foram abordados pelos conselheiros. Apesar do tema ser sobre a revitalização do Porto do Rio de Janeiro, a reunião presidida por Alexandre Sampaio, presidente do Conselho de Turismo, teve outros temas apresentados. Logo na abertura, Anita Pires, presidente da Abeoc e vice presidente do Conselho de Turismo da CNC falou sobre os resultados de uma reunião com representantes das universidades federais do Paraná e do Rio Grande do Sul onde se discutiu a normatização do setor de eventos. Em seguida Osiris Marques, coordenador de Pesquisa da Universidade Federal Fluminense destacou os primeiros resultados obtidos pelo Observatório de Turismo do Rio de Janeiro. “Estamos mensurando a importância econômica do turismo no Estado”, adiantou.

Já o representante do SindRio, Eduardo Jorge detalhou uma pesquisa realizada durante a Copa com 350 estabelecimentos comerciais – entre bares e restaurantes – para se constatar os resultados do setor lembrando que o faturamento ficou abaixo do esperado principalmente nos restaurantes. “Pelo menos 71% dos bares e 67% dos restaurantes tiveram queda no faturamento em função dos feriados”.

A reunião foi encerrada pela explanação de Breno Vidal ex chefe de gabinete da secretaria de Transportes falando sobre a revitalização do Porto do Rio. O secretário Carlos Osório que faria a palestra não compareceu alegando outros compromissos profissionais.

Tags: , , , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.