Clipping do Setor

Qualificação Profissional em Check ( out – in )

[Por Madalena Ramos*, Revista Hotéis, 30/06/2014]

Com a Copa do Mundo no Brasil houve uma corrida de forma natural das escolas de aperfeiçoamento de pessoas na área de Turismo e Hospitalidade. Quero focar neste artigo a hospitalidade. A exemplo do sistema S, Senac, Senai…   e outras escolas de Educação Continuada, não esquecendo as  de idiomas. Imaginei há quatro anos  um mercado melhor que o atual, na busca de profissionais de Hotelaria, com sindicatos e mesmo os hoteis montando salas de aula para os colaboradores . Na verdade, não houve avanço, prova disso é que todas as indicações mostram a dificuldade que há nas pequenas e grandes empresas, quando se trata de solicitar novos colaboradores no Brasil inteiro.

 

O custo de investimento no profissional continua sendo muito alto tanto para o empresário como para o profissional querendo se aperfeiçoar. Precisa-se ter uma cabeça que quer mesmo a melhoria para si , com a ajuda de meios de comunicação e claro a poderosa internet,  há o fator tempo, posso querer muito (alguns pensam assim) e se não souber administrar meu tempo só fico no trivial e mal dou conta do meu trabalho. A velha desculpa não tenhotempo. Outro detalhe é achar tudo caro até um livro para beneficiar, imagine inestir em curso para se certificar, aumetar seu conhecimento. Para alguns empresarios aquela velha cultura que educando o colaborador ele “cria asas” e logo vai pousar em outro jardim, as vezes por tão pouco, perde então os dois o patrão por mesquinheza e o funcionário por falta de paciência.

 

Uma brilhante saída para o nivel mais alto de empregados, são empresas que criaram  as universidades coorporativas cuidando dos que estão crus e logo dão seus frutos.Há vários exemplos. Me atrai os Hotéis Escolas e os laboratorios de todo tipo de oficinas, cursos, workshop que agrega valor para o nosso intelecto. Conhecimento técnico é transformador. Um ser profissionalizado evita o retrabalho tem segurança no que faz, a bem verdade, ele magnetiza o ambiente e atrai a boa qualidade em tudo que toca.

 

Porque é tão importante o peso de um certificado? Quem não lhe conhece precisa saber se tem certificação, é onde você prova o conhecimento. Mas aplicar estes conhecimentos é de vital importãncia se não não faz sentido.

 

Num mundo globalizado é necessário responder as demandas com capacitação. Quando estudamos somos reconhecido como pessoa de credibilidade, respeitavel e formador de opinião. Quando nos preparamos cada vez cresce o desejo de nos informar e passar conhecimentos para o próximo, seja colega de trabalho, família, vizinho e etc, isto é o que move o mundo da sabedoria.  Um profissional de hotelaria arrojado e cobiçado no mercado é querido por todos. Não obstante, os incentivos dados pelo governo e estimulos pelos lideres de equipes nosso nível ainda é critico.

Todos os esforços voltados na mudança de comportamento da população no mercado de trabalho que lida com serviços ou produtos, está atrelado a formação inicial, para alcançar consientização  podemos deixar de estudar o conhecimento básico. Nas minhas falas eu reforço sempre: o profissional que está na hotelaria e só tem o ensino fundamental precisa buscar o ensino médio urgente. E se há alguém com ensino médio buscar uma faculdade na aréa ou um curso tecnico. Corra para ter um curriculum recheado.

 

Seguindo o fluxo dos estudos você é alcançado pelo sucesso e no processo natural há uma inclusão no grupo de profissionais altamente capacitados, elitizados e bem remunerados. TREINAMENTO É TRAMENTO DO QUE VOCÊ SABE E ESTAR CUIDADO BEM.

*Madalena Ramos é  Governanta Executiva do Castro’s Park Hotel e instrutora do Curso de Hotelaria

 

Tags: , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.