COCAL 2015 realiza ações de sustentabilidade



Realizar um evento sustentável é a meta dos organizadores e promotores do XXXII Congresso da Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina (COCAL 2015), de 5 a 7 de março, no Costão do Santinho, em Florianópolis. Para atingi-la, foram desenvolvidas ações de sustentabilidade em parceria com a coordenação do local do evento, o Costão do Santinho Resort e a Empresa Junior de Engenharia Sanitária e Ambiental (EJESAM-UFSC).

Fotos do Congresso estão disponíveis no endereço www.flickr.com/photos/cocal2015/sets/

Para neutralizar as emissões de carbono e chamar a atenção dos congressistas para o tema, no final da tarde da sexta-feira (06/03) já foram plantadas 30 mudas de plantas nativas das espécies quaresmeira, erva baleeira e lantana. O supervisor comercial de eventos do Costão do Santinho Resort, William Yamada, conta que “a intenção é reforçar a mata de restinga da praia com plantas originárias da própria região, e assim, preservar as características originais da flora local”.

A busca pela sustentabilidade se revela também de outras formas: para evitar o consumo de papel, houve desconto para os que optaram pela inscrição online e sem material impresso; foi desenvolvido um aplicativo para que a plateia mande pergunta aos palestrantes pela internet e não por folhas de papel; em vez de flores, a decoração é feita com plantas em vasos, que depois serão aproveitadas em outros eventos; em vez de copo de plástico descartável, o participante recebeu um copo para consumir água durante os três dias do congresso.

Gestão de Resíduos

A Empresa Júnior está fazendo o gerenciamento de resíduos da COCAL e a quantificação dos gases do efeito estufa gerados para posterior neutralização do carbono, como explica a representante da EJESAM, Greta Symanski Rey Gil. “Além disso, antes do evento é feita uma pequena educação ambiental com os funcionários, para evitar alguns transtornos como mistura de lixo e destinação incorreta. Estaremos com duas caçambas na parte externa também, onde o lixo será guardado para coleta seletiva”.

Durante o congresso 24 lixeiras estarão separadas no local, com material informativo sobre o que jogar em cada uma e adesivos com identificação. A expectativa dos organizadores é que todos colaborem para tornar a COCAL 2015 um evento que destina seus lixos corretamente e “carbon free”.

“Não adianta ser inovador e criativo sem ser sustentável”, resume Marco Aurélio Floriani, organizador da COCAL 2015 e presidente do Floripa Convention e Visitors Bureau.

Tags: , , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.