Clipping do Setor

Setor de eventos deve ser “agente da mudança” rumo à sustentabilidade

[Por  Panrotas, 02/05/2017]

O ano de 2017 já foi designado como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento pela 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas e pela OMT. É senso comum que cada vez mais devem ser adotadas práticas sustentáveis em todos os setores, inclusive o de eventos e convenções.

Em alta, cada vez mais o assunto é tratado no Turismo e também no segmento Mice. Os profissionais da área precisam estar cientes que muito deve ser levado em conta na hora de organizar viagens, eventos e congressos.

Companhias aéreas, por exemplo, estão adotando aeronaves com baixa emissão de poluentes. Cruzeiros também estão aderindo a frotas mais verdes. Eventos, como o Lacte 12, realizado em março, promovem a reciclagem de todo o material utilizado pelos expositores.

Recentemente, em uma conferência sobre reuniões e eventos sustentáveis na Alemanha (a Green Meetings and Events), o expert no assunto da Organização Mundial de Turismo (OMT), Dirk Glaesser, enfatizou a importância da sustentabilidade na indústria de eventos. Para ele, os profissionais deste mercado deveriam ser agentes de mudanças. Assim como Glaesser, o professor de Economia de Energia e Recursos na Universidade de Münster, Andreas Löschel, considera este quesito crucial.

O tema da quarta edição da conferência para práticas sustentáveis, que atraiu 250 participantes, não poderia ser mais atual: responsabilidade social das empresas. Representantes de hotéis, centros de convenções, fornecedores de serviços e agências de eventos exploraram o assunto por meio de palestras, workshops e excursões,

“Nos dois dias de GME, os presentes uniram-se para fazer um progresso significante na organização sustentável de congressos e eventos na Alemanha. Estamos ansiosos para a nossa próxima edição”, comentaram os organizadores da conferência, Ilona Jarabek e Matthias Schultze.

A GME, lançada em 2010, é produzida pela European Association of Event Centers (EVVC) e pelo German Convention Bureau. Seu objetivo é tratar aspectos de sustentabilidade na gestão de eventos e estabelecer uma ação sustentável por todos os participantes no setor na Alemanha.

Pequenas ações, como uso de energia solar, reciclagem de material e utilização de menos transportes, em congressos, feiras, convenções e eventos podem trazer grandes benefícios para o ecossistema.

A conclusão do encontro foi que gestores de Viagens e Eventos precisam ser verdadeiros agentes de mudanças e aplicar práticas sustentáveis em suas ações. Afinal, além de contribuírem para o meio ambiente, podem também inspirar profissionais de outros setores a agirem da mesma maneira.

 

Tags: , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.