Clipping do Setor

“Sul é meu destino” será lançado amanhã no Beto Carrero

(Mercado e Eventos, 17/08/2017]

Na próxima sexta-feira (18/08), o Beto Carrero receberá uma comitiva formada por empresas e parceiros de Turismo do Sul do país, a fim de promover a nova campanha “O Sul é o meu destino”, que conta com o apoio do Ministério do Turismo.

Segundo o CEO do Beto Carrero World, Rogério Siqueira, a campanha, que será vinculada em todas as mídias nacionais (impresso, revistas, online, televisão, rádio etc.), trará uma visão geral sobre o Sul, além de roteiros e dicas do destino. “Vamos apresentar o Sul de forma bem-humorada. Queremos mostrar todos os diferenciais pelo qual o Sul é conhecido, como gastronomia, paisagens, serviços, similaridade europeia e receptividade”, explicou Siqueira que enfatizou que a ação visa quebrar a sazonalidade do destino, bem como mostrar a pluralidade de atividades e potencialidade da região sul, promovendo de forma conjunta o destino.

De acordo com o executivo, a campanha visa, em um primeiro momento, manter o crescimento do setor turístico, que vem despontando ano a ano em um aumento constante na margem dos 24%. “Em julho deste ano batemos, pela primeira vez, os números de turistas que o estado recebe durante o verão. Já estamos mostrando que o sul não é um destino apenas de Sol, praia e verão”, finalizou.

DMC uma oportunidade para investimento

Siqueira ainda afirmou que o Brasil precisa se unir mais para se promover. Ele citou os eventos em formato de roadshow, a exemplo do Meeting Brasil, como essenciais para o desenvolvimento do setor, porém questionou a não-presença da Embratur no Meeting. “A Embratur precisa apoiar mais esses eventos e não falo de um aporte financeiro, mas sim de presença, incentivar, ajudar a promover, usar as tecnologias e os recursos que já possuímos para aumentar o marketing do país”, enfatiza o executivo que disse que o evento é uma forma de entender melhor o mercado sulamericano. “Não vamos vender o Brasil falando Portunhol. Temos que aprender castelhano. Ou seja, temos que entender – verdadeiramente – o mercado argentino, para criarmos ações e produtos e atingirmos esse público”.

Além disso, o CEO ainda disse que as DMC’s são um enorme potencial para investidores estrangeiros. “O Brasil não tem a cultura de contar com DMC’s. O DMC é um facilitador para o operador. É um forte caminho para investir no País”, finalizou.

Tags: , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.