Clipping do Setor

Brasil deve receber 3,5 milhões de turistas estrangeiros no verão

[Embratur, 21/12/2017]

Sol, praia e natureza. Além disso, um país com infraestrutura restaurada após a série de grande eventos e câmbio favorável para os países latino americanos são os ingredientes que fazem a expectativa do turismo internacional ter um salto de 11% neste verão, chegando a casa dos 3,5 milhões de estrangeiros desembarcando até março, o que representa a chegada de aproximadamente 360 mil turistas a mais que 2016. Para a balança cambial do Brasil, a chegada destes turistas representa cerca de US$ 3,15 bilhões.

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), responsável pela promoção do Brasil no exterior, acredita que há uma série de fatores que criam esta oportunidade para o País. “Estamos investindo nos mercados vizinhos, que são os maiores emissores. O câmbio, atualmente, está favorável para os argentinos, paraguaios, uruguaios e chilenos, por exemplo, há maior oferta de voos internacionais para o Brasil, e nossa rede hoteleira também cresceu para atender esta demanda”, elencou o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz.

Em dezembro deste ano o número de voos internacionais com destino ao Brasil cresceu 8,5%, e o número de assentos disponíveis nestes voos cresceu 11,8%. No terceiro trimestre de 2017 as empresas de turismo tiveram crescimento de 4,3% no faturamento.

Em novembro, a emissão de vistos eletrônicos entrou em vigor para a Austrália. A partir de janeiro, Canadá, Japão e Estados Unidos, segundo maior emissor de turistas para o país, também terá a emissão facilitada, que deverá sair em 72 horas após a solicitação feita pelo turista, por apenas US$ 40. Com o sistema eletrônico, que também inclui viagens de trabalho, há expectativa de um aumento de 25% no número de turistas destes países chegando ao Brasil.

“Estamos quebrando barreiras para o turismo. Ontem (20/12) a Câmara dos Deputados aprovou o acordo Céus Abertos com os Estados Unidos, o projeto que moderniza a Embratur, transformando-a em Agência, e atualiza também 132 artigos da Lei do Geral do Turismo e abre o capital das empresas aéreas está para ser votado pelo congresso”, reforça Lummertz. O presidente da Embratur ainda ressalta que “o turismo pela primeira vez está entrando nas agendas econômica e política brasileira. Há avanços, e poderemos fazer ainda mais pela promoção no exterior com a transformação da Embratur em agência”.

AMÉRICA LATINA

Dos 3,5 milhões de turistas que devem chegar ao Brasil nesta estação, pelo menos 2,3 milhões são latino americanos. O maior número de turistas da região são os argentinos. Cerca de 2 milhões de hermanos devem vir curtir o verão no país. Paraguai, Chile e Uruguai, respectivamente, completam o ranking de maiores emissores.

CAMPANHA

Pensando nisso, a Embratur lançou a campanha de promoção de divulgação do País “Aqui hablamos Portuñol: en Brasil todo mundo se entiende”, com foco no mercado latino americano. É uma campanha que promove a integração e o poder do brasileiro de se adaptar e receber bem, fazendo que a língua não seja uma barreira, de maneira bem humorada e inusitada. Focada principalmente nos meios digitais e nos turistas latino-americanos, a campanha atinge os turistas pelas redes sociais e portais, alinhada com as tendências mundiais de consumo de produtos e serviços ligados ao turismo.

Tags: , , ,

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.