Clipping do Setor

Aprovação dos projetos em tramitação no Congresso Nacional será prioridade do novo ministro

Reunião CNC - Crédito: Roberto Castro/MTur

 

Em seu primeiro compromisso oficial como ministro do Turismo, Vinicius Lummertz participou nesta quarta-feira (11) de reunião com lideranças do setor na Confederação Nacional do Comércio (CNC). No encontro, durante agenda do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), Lummertz falou sobre as prioridades à frente da Pasta.

 

“Meu grande esforço neste primeiro momento será trabalhar na sensibilização dos parlamentares para aprovarmos o projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional e reúne pautas importantes para o setor, como a transformação da Embratur em agência, a modernização da Lei Geral do Turismo e a abertura de capital estrangeiro das companhias aéreas”, afirmou Lummertz. Na sequência, segundo o ministro, a ideia é lançar o Brasil + Turismo 2, com propostas para avançar, ainda mais, na melhoria do ambiente de negócios do setor. Vinicius Lummertz reforçou, ainda, a importância do Prodetur + Turismo e as possibilidades de investimentos que podem ser feitas com os recursos previstos pelo programa: R$ 5 bilhões.

O presidente da Cetur/CNC, Alexandre Sampaio, reiterou o apoio ao novo ministro e esclareceu a respeito do documento que está sendo elaborado pelo Conselho e será entregue aos presidenciáveis e candidatos aos governos estaduais. O texto trará propostas que envolvem a regulamentação do setor, ações de gestão e monitoramento, competitividade e promoção.

 

A primeira reunião do ano do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC contou com a participação dos deputados federais Rafael Motta, que assume agora a presidência da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, Herculano Passos e Otávio Leite, além de representantes do setor.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Notícias mais comentadas

Deixe um comentário em nosso site

Nota: Os comentários postados ficam aguardando moderação. Não é necessário reenviar seu comentário.